O eritritol é seguro em aditivos alimentares?

2023-08-09

O eritritol é seguro em aditivos alimentares

o que é adoçante eritritol :

O eritritol é um álcool de açúcar que ganhou popularidade como substituto do açúcar em vários alimentos e bebidas. É classificado como aditivo alimentar e é usado para fornecer doçura sem as calorias adicionadas e os efeitos negativos à saúde associados ao açúcar comum. O eritritol ocorre naturalmente em certas frutas como uvas, melões e peras, mas a produção comercial envolve a fermentação da glicose, geralmente derivada do amido de milho. Como alternativa ao açúcar, o eritritol levantou questões sobre sua segurança, potenciais benefícios à saúde e possíveis efeitos colaterais.

Uma das principais razões pelas quais o eritritol é preferido como substituto do açúcar é seu teor calórico significativamente menor em comparação com os açúcares tradicionais. Ele contém cerca de 0.24 calorias por grama, enquanto o açúcar de mesa tem aproximadamente 4 calorias por grama. Essa diferença calórica o torna uma opção atraente para indivíduos que procuram reduzir a ingestão de calorias ou controlar condições como obesidade e diabetes.

Avaliações de segurança: O eritritol passou por rigorosas avaliações de segurança por várias agências reguladoras de alimentos, incluindo a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA, a European Food Safety Authority (EFSA) e o Joint FAO/WHO Expert Committee on Food Additives (JECFA). Essas avaliações geralmente concluíram que o eritritol é seguro para consumo dentro dos limites estabelecidos.

A FDA concedeu ao eritritol o status de Geralmente Reconhecido como Seguro (GRAS), o que significa que é considerado seguro para uso como aditivo alimentar. A EFSA e o JECFA também estabeleceram níveis aceitáveis ​​de ingestão diária (ADI) para o eritritol. Por exemplo, a EFSA estabeleceu um ADI de 0-0.8 mg por quilograma de peso corporal. Esses valores de ADI são determinados considerando estudos em animais, testes em humanos e possíveis efeitos adversos.

Metabolismo e digestibilidade: Ao contrário de alguns outros álcoois de açúcar, o eritritol é conhecido por sua absorção limitada no intestino delgado. Cerca de 90% do eritritol ingerido é excretado inalterado na urina sem ser metabolizado. Essa característica contribui para seu menor teor calórico e menor impacto nos níveis de açúcar no sangue, tornando-o uma opção adequada para pessoas com diabetes ou dietas com baixo teor de carboidratos.

Potenciais benefícios para a saúde: A via metabólica única do eritritol pode fornecer certos benefícios para a saúde. Por não ser totalmente absorvido no intestino delgado, não contribui para a ingestão calórica da mesma forma que o açúcar. Essa propriedade levou ao seu uso em alimentos e bebidas sem açúcar e com baixo teor calórico.

Além disso, o impacto mínimo do eritritol nos níveis de açúcar no sangue pode ser vantajoso para indivíduos com diabetes. Não causa picos rápidos de glicose no sangue, o que é crucial para manter os níveis de insulina estáveis. Sua natureza amiga dos dentes é outra vantagem, pois não promove a cárie dentária como o açúcar comum.

Tolerância digestiva: O eritritol é geralmente considerado bem tolerado, com menor probabilidade de causar problemas digestivos em comparação com outros álcoois de açúcar, como xilitol e sorbitol. Sua absorção limitada no intestino delgado reduz as chances de causar desconforto gastrointestinal, que pode incluir sintomas como inchaço, gases e diarreia. No entanto, o alto consumo de eritritol pode potencialmente levar a desconforto digestivo em alguns indivíduos, especialmente se consumido em excesso.

Conclusão: Com base nas evidências científicas atuais e nas avaliações de agências de segurança alimentar conceituadas, o eritritol parece ser um aditivo alimentar seguro quando consumido dentro dos limites recomendados. Suas propriedades metabólicas únicas, baixo teor calórico e impacto mínimo nos níveis de açúcar no sangue o tornam uma alternativa viável ao açúcar para indivíduos que buscam gerenciar sua ingestão de calorias, controlar o açúcar no sangue e reduzir o risco de cáries dentárias. Como acontece com qualquer aditivo alimentar, a moderação é fundamental, e indivíduos com problemas de saúde específicos devem consultar profissionais de saúde antes de fazer mudanças significativas na dieta envolvendo eritritol ou outros substitutos do açúcar.



Compartilhe o artigo

Tem dúvidas sobre aditivos alimentares?

Nossa equipe de vendas profissional está esperando por sua consulta.

Copyright © Arshine Food Additives Co., Ltd. Todos os direitos reservados

FALE CONOSCO

×
  • *Nome:

  • Telefone comercial:

  • *E-mail

  • Empresa:

  • País:

  • *Mais específicos: